A SEM PRESTÍGIO

Depois de assistir ao último vídeo do Prefeito, senti-me mais entusiasmada, afinal, se todas as obras forem realizadas até o final do ano, uma boa parcela da população terá seus anseios e necessidades amenizados, o que para mim, que amo gente e esta cidade, é uma maravilha.

Também fiquei atenta a conclusão que estará sendo dada às obras que não foram concluídas, onde restaram dívidas e um enorme prejuízo financeiro e aí, volto a bater na mesma tecla: VAI FICAR POR ISSO MESMO? Como aliás, sempre ficou, já que todo novo prefeito, afirma categoricamente que houve mal uso do erário público, garantindo que o mesmo existia, sumiu e ainda deixou dívidas. Será que desta vez, essa gestão fará justiça ao sofrido povo de Itaparica, denunciando a leviana aplicação do dinheiro arrecadado, acabando de vez com esta novela interminável de mocinho e bandido que se facilitar, voltam a ser candidatos? Será, que a consciência de nossos vereadores, não queimam diante desta constatação contínua, afirmada pelos Prefeitos, lançando a suspeição argumentativa, já que existem fornecedores terceirizados que se pressionados, podem ser testemunhas, não só do superfaturamento como do misterioso desaparecimento dos recursos, e eles, ilustres edis, nada fizeram para conter tamanho abuso? AH! Dona Regina, eles não vão querer ser envolvidos nas falcatruas e ainda serem punidos…O pior é que ainda recebem a pendência deixada e continuam na execução das obras, assim como os vereadores que, ainda se reelegem, enquanto nós, o povinho babaca, paga duas vezes pelo mesmo serviço e aí eu penso: Isso é que é impunidade…Bem, enquanto isso, vamos seguindo a nossa vida, agora com mais um pouco de luz nas nossas esperanças, acreditando que até o meio do ano de 2024, quando então, não mais se poderá fazer obras devido as eleições, a minha e a sua rua, sejam calçadas e que finalmente, a famigerada empresa de lixo(creio que seja a mesma)pois, nada mais se falou a respeito, tenha encontrado junto aos especialistas da gestão( pois, são muitos os entendidos) possam ter encontrado uma mínima solução para esta vergonha a céu aberto. Agora, como sou realista e sei que Ponta de Areia, especialmente minha rua e outras tantas, são basicamente utilizadas por veranistas e, portanto, dispõem de poucos votos, deverá ser a última cereja deste bolo de obras. Mas tudo bem, compreendo esse jogo de prioridades, sempre lamentando pelo meu IPTU, mas pelo amor de Deus, pelo menos uma manutenção, porque se ficamos alegres com aqueles que estão sendo brindados com o olhar desta gestão, também ficamos magoados por sequer recebermos uma capinagem, enquanto as pracinhas são as protagonistas, obrigando-nos a conviver com a lama, o mato e tudo que o lixo mal armazenado e retirado, nos traz de sofrimentos, isso sem esquecer dos cavalos com suas bostas e carrapatos, decorando ruas e portões. Cala boca Regina, você está é magoada por não ter prestígio algum…Sei que vou ouvir isso, pois, não faltam puxa-sacos que o meu IPTU ajuda a pagar, mas liberdade de expressão é o mínimo que me resta, já que eu usei esta mesma liberdade para apoiar sem medidas esta gestão que aí, está. Encarem como coerência cidadã em busca da desejada “DIGNIDADE JÁ”. Estou rindo na foto, justo para não chorar.