Aumento no valor de insumos desacelera construção da Ponte Salvador-Itaparica, diz Seinfra

Secretário de Infraestrutura da Bahia (Seinfra), Marcus Cavalcanti admitiu neste sábado (30/7) dificuldades para dar prosseguimento, no momento, ao processo de construção da Ponte Salvador-Itaparica. Ele atribui isto ao aumento no valor dos insumos, propiciada pela crise econômica global decorrente da pandemia.

Ele, contudo, assegura que, desde a última semana, uma empresa terceirizada pelo consórcio chinês vem realizando serviços em pontos da Baía de Todos-os-Santos. “Vamos continuar para que a gente comece a fazer a dragagem, que vai mudar o canal de acesos ao Porto de Salvador”, afirmou, em entrevista à imprensa, durante convenção do PT, que ocorre no Parque de Exposições.

Para Cavalcanti, as dificuldades não são exclusivas da construção da ponte. “Tanto a ponte, quanto o VLT e todas as concessões do Brasil, e até do mundo, passam por esse momento de dificuldade por conta do aumento descontrolado dos insumos”, justificou.

Segundo o secretário, a pasta prepara uma metodologia para entregar ao Tribunal de Contas do Estado (TCE-BA) com intuído de explicar, futuramente, que não haverá desequilíbrio nos gastos com a estrutura. 

As empresas chinesas responsáveis pela construção do equipamento são a China Railway 20th Bureau Group Corporation (CRCC20) e a China Communications Construction Company (CCCC). A obra está orçada em R$ 7,7 bilhões. 

fonte: Aratu

Post Author: Redação

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.