Por que 1º de maio é considerado o Dia do Trabalhador?

Se você pensava que o Dia do Trabalho era comemorado apenas no Brasil, se enganou. O Dia do Trabalhador é celebrado anualmente em 1º de maio em diversos lugares do mundo. Na maioria dos países, a data é considerada um feriado nacional.

E para quem não sabe, essa data nem sequer foi criada em solo brasileiro. Ela foi instituída em 1886, nos EUA, quando trabalhadores foram às ruas pedindo redução na carga horária máxima de trabalho diário. “Diária de oito horas sem redução no pagamento” foi o slogan utilizado durante a manifestação que reuniu mais de 300 mil manifestantes nas ruas de Nova York, Chicago, Detroit e Milwaukee, e diversas outras cidades.

No caso específico do Brasil, a menção ao dia 1º de maio começou já na década de 1890, quando a República já estava instituída e começava um processo acentuado do desenvolvimento da indústria brasileira.

Nas duas primeiras décadas do século XX, começaram a formar-se os movimentos de trabalhadores organizados, sobretudo em São Paulo e no Rio de Janeiro.

Em casos como o de hoje, em que o dia cai em um domingo, ainda assim é considerado como feriado nacional. Ou seja, para os empregados que trabalham no domingo em sua jornada habitual, seja por escala ou até por convocação do empregador, consequentemente, esse dia deverá ser considerado para a concessão de uma folga compensatória, ou para pagamento em dobro do respectivo dia de trabalho. 

Post Author: Redação

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.