Bolsonaro sobre 1º de Maio: “Não será dia de protestos. Será de união”

Ainda sem confirmar sua participação, o presidente Jair Bolsonaro (PL) disse, neste sábado (30/4), que os atos convocados por apoiadores para as comemorações do 1º de Maio não serão para protestar, mas para enviar recados e demonstrar união em torno do projeto representado pelo governo federal.

Durante a abertura oficial da 87ª ExpoZebu, o chefe do Executivo nacional se dirigiu a quem vai participar dos eventos de domingo e pediu que a população compareça, “para dizer que o Brasil está no caminho certo, que o Brasil quer que todos joguem dentro das quatro linhas da Constituição e que não abrimos mão da nossa liberdade”.

“AMANHÃ NÃO SERÁ DIA DE PROTESTOS. SERÁ DIA DE UNIÃO DO NOSSO POVO PARA UM FUTURO CADA VEZ MELHOR PARA TODOS NÓS”, AFIRMOU O MANDATÁRIO NO DISCURSO.

Voltada para o agronegócio e realizada em Uberaba (MG), a ExpoZebu contou com a presença de diversas autoridades. Neste sábado, além de Bolsonaro, compareceram o presidente da Câmara, Arthur Lira (PP-AL), que foi alvo de vaias da plateia; e o governador de Minas Gerais, Romeu Zema (Novo), a quem o titular do Palácio do Planalto elogiou pela administração estadual.

Também estavam presentes os ministros Marcos Montes (Agricultura), Célio Faria Júnior (Secretaria de Governo), Luiz Eduardo Ramos (Secretaria-Geral da Presidência), Carlos França (Relações Exteriores) e Anderson Torres (Justiça).

fonte: Metropoles

Post Author: Redação

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.