Dia 8 de março para quem ainda precisa lutar pelo direito da própria identidade

Em 2021, foram registrados 140 assassinatos de pessoas trans no Brasil. Deste total, 135 tiveram como vítimas travestis e mulheres transsexuais. Com isso, o Brasil foi, pelo 13º ano consecutivo,o país onde mais pessoas trans foram assassinadas. A Bahia ocupa a 2ª colocação entre os estados onde mais se matam pessoas trans no país. Só no ano passado, foram 13 assassinatos do tipo no estado.

No Brasil, as principais vítimas foram as profissionais do sexo, 78%. Quanto à raça, 81% das vítimas se identificavam como pretas ou pardas, enquanto 19% eram brancas.

Neste 8 de março, o BNews conta a história de três mulheres trans que vivem em Salvador. Pessoas que infelizmente ainda precisam lutar diariamente para terem o direito de ser mulher.

Post Author: Redação

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.