Gasolina pode superar R$ 10 com Rússia fora do Swift

A exclusão de um dos maiores exportadores de petróleo e gás do mundo, a Rússia, do sistema internacional de pagamentos Swift pode gerar um salto no preço do barril de petróleo. Com isso, a gasolina também dispararia, podendo superar US$ 10 por litro.

Adriano Pires, um dos maiores especialistas em energia do Brasil, acredita que em uma situação-limite, o preço do petróleo pode alcançar US$ 150, o que pressionaria ainda mais os combustíveis de todos os países.

Além disso, o especialista destacou que o Brasil, atualmente, possui uma defasagem de 9% a 10% em relação ao mercado no exterior. Contudo, Pires rejeita a ideia de que a Petrobras (PETR3; PETR4) altere sua tabela de preços, até ter certeza de qual será o novo piso barril e o novo nível da taxa de câmbio.

“Se, de fato, o petróleo chegar a US$ 150, não haverá outra saída, além da ajuda do governo, porque não há condições de as empresas repassarem esse aumento para os preços”, disse ela, de acordo com o Money Times.

Post Author: Redação

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.