Bahia atropela o Globo-RN na Fonte Nova e volta a vencer no Nordestão

O Bahia não teve dificuldades para atropelar o Globo-RN, neste sábado (12), na Arena Fonte Nova. Com três gols no primeiro tempo e dois no segundo, o Tricolor de Aço construiu o placar de 5 a 0 e voltou a vencer na Copa do Nordeste. Agora, a equipe comandada por Guto Ferreira soma 6 pontos na competição. 

Questionado pelos desempenhos nas últimas partidas, o Esquadrão pareceu não sentir a pressão. Fez com um adversário de menor investimento o que se espera: venceu e convenceu. 

As trocas de passes, tão escassas nas últimas exibições, dessa vez apareceram com uma fluidez quase irônica. Tabelas, ultrapassagens e intensidade foram a regra, e não a exceção.

O resultado dá ao Bahia um gás para enfrentar uma sequência de jogos pelo regional. Serão mais três partidas consecutivas pela competição. A próxima é na quarta-feira (16), às 19h30, contra o CSA, novamente na Fonte Nova. 

INÍCIO FRENÉTICO

O Bahia começou a partida em ritmo frenético. Logo no primeiro minuto, Rodallega cabeceou firme após cruzamento de Douglas Borel e obrigou o goleiro André Zuba a fazer uma bela defesa. 

Na sequência, o Tricolor abriu o placar. Após escanteio, Raí pegou a sobra na entrada da grande área e mandou uma bomba para o gol. 

Raí abriu o placar para o Esquadrão | Foto: Enaldo Pinto / Ag. Haack / Bahia Notícias

Aos 14 minutos, foi a vez de Marco Antônio levar perigo. O atacante tentou cruzamento de esquerda, a bola desviou no zagueiro e André Zuba teve de se esticar para mandar para escanteio. Aos 19, Daniel cobrou falta e Ignácio cabeceou com perigo para fora. 

O segundo gol já estava maduro, e veio aos 23 minutos. Daniel encontrou Raí dentro da área, pela esquerda, e o atacante tocou na medida para Marco Antônio ampliar para o Esquadrão. 

Marco Antônio foi o autor do segundo tento | Foto: Enaldo Pinto / Ag. Haack / Bahia Notícias

E não deu nem tempo de respirar. O terceiro gol do Bahia saiu no lance seguinte, com Rodallega, que fez uma linda tabela com Luiz Henrique antes de empurrar para o fundo das redes. 

Antes de marcar o terceiro, Rodallega fez bela tabela com Luiz Henrique | Foto: Enaldo Pinto / Ag. Haack / Bahia Notícias

O quarto gol ainda quase saiu no finzinho da etapa inicial. Daniel entregou para Marco Antônio na esquerda. O atacante cruzou com força e, por pouco, Rodallega não alcançou a bola para mandar para o gol vazio. 

SEGUNDO TEMPO 

A primeira chance de perigo do Bahia na etapa final veio aos 9 minutos. Daniel ajeitou da entrada da área e mandou uma bomba perigosíssima ao lado da meta de Zuba. 

Foi Rodallega, no entanto, quem brilhou mais uma vez. Aos 14, o colombiano recebeu de Raí dentro da área, se antecipou à zaga e anotou seu segundo, tornando-se o artilheiro da Copa do Nordeste. 

Com seu segundo gol na partida, Rodallega tornou-se o artilheiro do Nordestão | Foto: Enaldo Pinto / Ag. Haack / Bahia Notícias

Em raro momento, o Globo-RN chegou com perigo aos 18 minutos. De fora da área, Nino Mipibu acertou em cheio a trave. Na sequência, o próprio atacante recebeu bola de Hiltinho na boca do gol e mandou para fora. 

Após o quarto gol, o técnico Guto Ferreira começou a poupar os jogadores mais importantes, pensando na sequência da temporada, e o Tricolor só administrou a partida. 

Ainda assim, deu tempo de fazer mais um. Marcelo Cirino recebeu belo cruzamento de Ronaldo e, sem goleiro, se jogou para ampliar ainda mais o placar. 

O próprio Cirino quase fez o sexto, em jogada semelhante. Após passe de Ronaldo, o atacante chutou de frente para o gol, mas Zuba salvou. 

Aos 38, foi a vez de Ignácio fazer o goleiro trabalhar. Mugni cobrou escanteio e o zagueiro cabeceou forte, nas mãos de Zuba, que brilhou, apesar de tudo. 

FICHA TÉCNICA
Resultado: Bahia 5 x 0 Globo-RN
Copa do Nordeste – 4ª rodada

Local: Arena Fonte Nova, em Salvador
Data: 12/02/2022 (sábado)
Horário: 17h45
Árbitro: Tiago Ramos de Oliveira (PB)
Assistentes: Luis Filipe Gonçalves Correa e Ruan Neres Souza de Queirós (ambos da PB)
Gols: Raí Nascimento, Marco Antônio, Rodallega (2x) e Marcelo Cirino
Cartões amarelos: Daniel
Público: 1.085 pagantes
Renda: R$ 7.520,00


Bahia: Danilo Fernandes; Douglas Borel (André), Ignácio, Luiz Otávio e Luiz Henrique; Willian Maranhão (Rezende), Patrick e Daniel (Lucas Mugni); Raí Nascimento (Ronaldo), Marco Antônio e Rodallega (Marcelo Cirino). Técnico: Guto Ferreira.

Globo-RN: André Zuba; Alessandro, Geovane (Alessandro Maranhão), Victor e Márcio; Ramon (Hudson), Judson e Hiltinho (Madson); Chaparral (Gravatá), Adílio e Rômulo (Nino Mipibu). Técnico: Romildo Freire. 

Post Author: Redação

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.