Professores da rede municipal de Salvador realizam protesto e exigem saída de secretário da educação

De acordo com os educadores, o secretário é engenheiro eletricista e não tem conhecimento para atuar na área educacional
Professores da rede municipal de ensino de Salvador realizam um protesto, nesta segunda-feira (31), para pedir a saída do secretário de educação Marcelo Oliveira. O ato está sendo promovido em frente à sede da Secretaria Municipal de Educação, na Avenida Garibaldi, na capital baiana.

De acordo com os educadores, o secretário é engenheiro eletricista e não tem conhecimento para atuar na área educacional. Os profissionais ainda alegam que estão há mais de sete anos sem reajuste salarial, além de escolas estarem sucateadas e o programa Educação de Jovens e Adultos (EJA) retirado de diversas unidades escolares municipais.

Vale destacar que, durante o protesto, outro ponto foi destacado. A retirada de profissionais de Educação Física, Língua Estrangeira e Artes das turmas do 1º e 2º ano do ensino fundamental das escolas municipais e a substituição dos mesmos por pedagogos gerou revolta na categoria.

“Queremos um ano distensionado, mas o secretário está intransigente. A insatisfação da categoria é muito grande. Nas melhores escolas e creches particulares, são profissionais formados na área que dão as aulas, mas ele quer tirar o povo pra botar pedagogo. Isso cria escola de pobre na educação pública. Esse secretário é engenheiro, não entende de educação”, disse o coordenador-geral da APLB Sindicato, Rui Oliveira, ao Balanço Geral.

O secretário da educação explicou, entretanto, que a decisão de colocar pedagogos nas turmas do 1º e 2º ano do ensino fundamental se deve a “uma escassez de profissionais de Educação Física e Artes”. Em relação ao EJA, Marcelo alegou que os alunos foram transferidos para escolas próximas, “sem prejuízos na educação”.

A APLB Sindicato informou que os professores realizarão um novo protesto no Centro de Convenções de Salvador ainda nesta terça-feira (1).

Post Author: Redação

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.