Sem cortejo, festa ao Senhor do Bonfim tem homenagem às vítimas da Covid-19

A tradicional Lavagem do Bonfim, que seria realizada com cortejo nesta quinta-feira (13), foi cancelada pelo segundo ano consecutivo, por causa da pandemia da Covid-19. Apesar disso, homenagens serão feitas às vítimas da doença, a partir das 10h. [Confira programação abaixo]

Essa homenagem será em frente ao monumento do Cristo ressuscitado, que fica no largo da Basílica Santuário Senhor Bom Jesus do Bonfim. A igreja ficará fechada durante toda a manhã, e será aberta apenas às 18h, para a realização do sétimo dia de missas da novena, às 19h.

O padre Edson Menezes, reitor da Basílica do Bonfim, falou sobre as homenagens que serão prestadas nesta manhã.

“Nós estamos pedindo que continuem trazendo flores brancas. As pessoas já estavam trazendo desde o dia 9, e hoje é o dia mais importante e mais especial, de nós lembrarmos daqueles que partiram vítimas da Covid-19”, disse ele.

“Aqui, cada um pode colocar suas flores brancas e rezar por eles, e às 10h iremos realizar o rito de homenagem, colocando uma coroa de flores, lembrando desses nossos irmãos e irmãs falecidos”.

Festa ao Senhor do Bonfim, em 2021, sem cortejo e presença de público — Foto: JHONY PINHO/AGIF - AGÊNCIA DE FOTOGRAFIA/AGIF

Festa ao Senhor do Bonfim, em 2021, sem cortejo e presença de público — Foto: JHONY PINHO/AGIF – AGÊNCIA DE FOTOGRAFIA/AGIFhttps://tpc.googlesyndication.com/safeframe/1-0-38/html/container.html

Tanto as homenagens quanto a missa serão transmitidas pelas redes sociais da Basílica, para evitar aglomerações. No último ano, a lavagem também foi cancelada, mas um cortejo com a imagem do Senhor do Bonfim circulou por vários pontos de Salvador, até chegar à Colina Sagrada.

“Não ficará aberta para evitar a motivação das pessoas subirem a Colina Sagrada. O Senhor do Bonfim está recolhido, como no ano passado, rezando por todos nós ao pai”, comentou padre Edson.

Programação

Lavagem do Bonfim em 2019 — Foto: Itana Alencar/G1 Bahia

Lavagem do Bonfim em 2019 — Foto: Itana Alencar/G1 Bahia

13 de janeiro:

  • 10h – A Basílica promoverá uma homenagem aos mais de 600 mil mortos, infectados pela Covid-19, no monumento ao Cristo Ressuscitado, localizado na Praça do Bonfim;
  • 10h30 – O reitor, padre Edson Menezes da Silva transmitirá a tradicional mensagem e concederá a bênção através das redes sociais do Bonfim e dos meios de comunicação sociais que estiverem presentes.

14 de janeiro:

  • 16h – Recitação do terço da misericórdia pela conversão da humanidade;
  • 19h – 8ª noite da novena. Subtema: “Chamados a ser uma Igreja em saída” (Mt 28,16-20).

15 de janeiro:

  • 19h – 9ª noite da novena. Subtema: Chamados a caminhar com o Papa Francisco e a acolher seu apelo para que sejamos “uma Igreja casa e escola de comunhão”, “com uma fisionomia acolhedora”, “uma Igreja que encontra novos caminhos” (Mt 16,13-19).

16 de janeiro:

  • 5h – Alvorada e repique dos sinos. Horário das Missas: 5h, 6h, 7h30, 9h, 15h, 17h
  • 10h30 – Missa Solene presidida pelo senhor Cardeal Dom Sergio da Rocha que, no final da celebração, dará a Bênção Apostólica com Indulgência Plenária. Durante todo o dia, a imagem peregrina do Senhor do Bonfim ficará exposta na frente da Basílica e, às 18h, acontecerá um momento de oração pela contenção da atual pandemia, da violência e de outros males da atualidade encerrando a programação.

Post Author: Redação

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.