Mais de 430 mil pessoas são afetadas pela chuva na Bahia; números de desabrigados e desalojados sobem

Mais de 430 mil pessoas foram afetadas pela forte chuva que atinge a Bahia, segundo informações da Superintendência de Proteção e Defesa Civil da Bahia (Sudec), divulgadas no início deste domingo (26). O número de desabrigados e desalojados também subiu.

De acordo com a Sudec, o estado tem 16.001 desabrigados pelas chuvas, 19.580 desalojados, dois desaparecidos e 18 mortos. A divulgação dos números ocorreu durante reunião de monitoramento e alinhamento, realizada na base de apoio às vítimas das chuvas, montada em Ilhéus, no sul do estado.

O ministro da Cidadania, João Roma, contou que o Ministério da Saúde vai enviar mais de 90 médicos para a Bahia na segunda-feira (27).

“São ações que agregam Ministério do Desenvovlvimento, através da Defesa Civil, da Cidadania, Ministério da Saúde, que está enviando mais de 90 médicos amanhã para a Bahia. O Ministério da Defesa, com utilização do Exército, Marinha e Aeronáutica, que têm ajudado não só na logística, como nos equipamentos”, disse João Roma.

O órgão também informou que o número de feridos (286) não foi alterado, em relação ao boletim anterior, por falta de informações atualizadas. A população total afetada é estimada em 430.869 pessoas.

Participaram da reunião o governador Rui Costa, o comandante-geral do Corpo de Bombeiros, coronel Adson Marchesini, o superintendente da Defesa Civil do Estado, coronel Carlos Miguel de Almeida filho, e outras autoridades e representantes dos órgãos de apoio e socorro às cidades afetadas.

A Bahia tem, neste momento, 72 municípios em situação de emergência reconhecida. Até sábado (25), 25 cidades faziam parte da lista, mas neste domingo, o governador Rui Costa reconheceu outras 47 nesta condição. Do total, 58 delas estão também em situação de crise por causa das enchentes.

Post Author: Redação

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.