Após morte de músico, moradores de Itaparica relatam ondas de assaltos

Quem mora na Ilha de Itaparica sente na pele a realidade além das imagens paradisíacas. Os moradores das localidades relatam que sofrem com constantes assaltos.

As queixam começaram a surgir após um músico ser assassinado, em Itaparica. A vítima é Nelsival de Jesus Santos, conhecido como Sinval, de 38 anos, morto durante uma tentativa de assalto, na noite de domingo (5).

Uma moradora afirma que “Itaparica clama por socorro, assaltos frequentes. Ninguém faz nada por nós”.

A sensação de insegurança também coloca em risco o sustento de quem sobrevive do turismo. Rosa de Andrade, tem 39 anos, e desabafa. “Meu ponto de salgados já foi alvo, muitos amigos também. Quando se aproxima de feriado é muito bagunçado, risco na pandemia e assaltos”.

Dona Rosa aproveitou para denunciar e cobrar a interrupção das constantes festas clandestinas e aglomeração, eventos típicos de feriadão, na maioria das vezes, sem nenhum cumprimento de protocolo sanitário.

fonte: Bahia no Ar

Post Author: Redação

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *