Com o placar de 8 a 5, maioria dos vereadores aprovam a Lei do Livre Comércio para S. A. de Jesus

A Câmara de Vereadores de Santo Antônio de Jesus aprovou pela maioria, em sessão na noite desta segunda-feira (30), projeto de lei 975/2008, de 30/12/2008 que institui o Livre Comércio na capital do recôncavo baiano. De acordo com  a proposta apresentada pelos vereadores da situação, apoiadores do prefeito Genival Deolino (PSDB), o objetivo é estabelecer normas de proteção à livre iniciativa e ao livre exercício de atividades econômicas no município. O placar foi de 8 votos a favor e 5 contrários.

Vereadores que votaram a favor do Livre Comércio:

  • Caíque Barbosa (PSDB);
  • Cristiano Sena (PSD);
  • Dalva Mercês (PSB);
  • Danilo Macedo, conhecido Danilo do Alto (PL);
  • Dr. Gilvandro Couto (PSDB);
  • Valdemar de Farias, o Dema do Leite (PSB);
  • Carlos de Oliveira, o popular Cal de Dodô (MDB) e
  • Francisco Damasceno, o Chico de Dega (DEM).

Vereadores que foram contrários ao Projeto do Livre Comércio:

  • Tia Adriana Nogueira (PR);
  • José Ailton Santana Almeida, popular Ito da Kanal Mix (PL);
  • Luciano Gomes, o Cuiuba (PSD);
  • Uberdan Cardoso (PT);
  • Edivan de Jesus Santos, popular Morão (MDB).

O vereador Délcio Mascarenhas (PP) não esteve presente nesta última sessão, por isso então, o seu nome obviamente não apareceu na votação.

O projeto teve uma discursão acalorada por parte da oposição, principalmente, por apontarem a mudança das regras e permitir que a empresa seja liberada para abrir seu empreendimento aos domingos e feriados sem um regramento, o que no entanto, foi apontado pelo vereador Caíque que essas possíveis discursões e a proteção ao trabalhador vai passar pelas regras da CLT (Consolidação das Leis Trabalhistas). O que mesmo assim, foi rebatido pelos edis contrários ao Projeto e que segundo Uberdan o denomina de Escravidão.

Reportagem: Voz da Bahia

Post Author: Redação

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *