Itaparica restringe entrada de turistas na cidade; veja outras medidas

Medidas restritivas de combate ao coronavírus começaram a valer nesta segunda-feira (8), em Itaparica, município que fica na ilha de mesmo nome, na Bahia. Entre elas, está a proibição de turistas na cidade.

Diante da determinação municipal, só poderão entrar no município moradores e pessoas que comprovarem que trabalham na região. Itaparica registrou o primeiro caso de Covid-19 no início de maio. Desde então, são mais de 30 casos.

A prefeitura, inclusive, começou a colar adesivos nos carros para identificar os moradores da cidade, que tem pouco mais de 22 mil habitantes.

De acordo com a prefeitura, para entrar em Itaparica, todos os moradores precisam apresentar licenciamento e comprovante de residência, RG, título de eleitor ou documento funcional. A PM e a Guarda Municipal ajudam na identificação de moradores da região.

Além disso, as praias de Itaparica foram bloqueadas para que as pessoas não acessem esses locais.

Na última sexta-feira (5), em Itaparica, a prefeitura colocou barreiras sanitárias, lavagens com bombas costais, monitoramento na entrada e saída da cidade, distribuição de kits de proteção com máscaras e álcool em gel 70%, distribuição de cestas básicas, além da entrega de atividades escolares aos alunos da rede municipal (todos os alunos da rede municipal receberam cesta básica).

Desde março, que o governo do estado havia reduzido os horários das viagens do sistema ferry-boat, transporte marítimo entre Salvador, para diminuir o fluxo de pessoas na Ilha. As lanchas para Vera Cruz, vizinha a Itaparica, também tiveram redução de horário.

Desde abril que o embarque de passageiros e veículos ficou limitado a 50% da capacidade das embarcações. Aos fins de semana e feriados, as operações das travessias para as ilhas ficam completamente suspensas. Está proibido o transporte hidroviário para fins de turismo nos terminais náuticos do estado da Bahia.

fonte: G1

Post Author: Redação

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *