Bahia e Vitória empatam sem gols na Fonte Nova

O segundo Ba-Vi de 2019 terminou empatado na Arena Fonte Nova. Bahia e Vitória se enfrentaram na tarde deste domingo pela 8ª rodada do Campeonato Baiano e não saíram do 0 a 0. Edcarlos e Jackson foram expulsos durante a partida. O defensor rubro-negro levou o cartão vermelho direto por falta em Gilberto, enquanto o jogador tricolor foi para o chuveiro mais cedo após cometer falta em Léo Ceará e levar o segundo amarelo. Confira os melhores momentos da partida no vídeo abaixo.

O equilíbrio marcou o primeiro tempo do clássico. O Bahia começou melhor e levou perigo com Artur, que recebeu lindo lançamento de Gilberto, invadiu a área e chutou rasteiro, para defesa de Ronaldo. No rebote, Nino tentou marcar, mas o goleiro rubro-negro voltou a defender [assista às defesas no vídeo abaixo]. O Vitória devolveu o susto em um cabeceio de Neto Baiano, que finalizou ao lado da meta defendida por Douglas Friedrich. Com muitos erros de passe e pouca agressividade, a equipe tricolor deixou o campo vaiada pela torcida.

As vaias ao fim do primeiro tempo despertaram o Bahia. Com maior volume de jogo, o Tricolor encontrou espaços na defesa do Vitória e quase abriu o placar com Moisés, que cabeceou para o chão e exigiu boa defesa de Ronaldo. Acuado, o Vitória tentou se defender para sair no contra-ataque, mas ficou com um a menos em campo após a expulsão de Edcarlos, que levou o cartão vermelho direto após parar com falta um lance em que Gilberto ficaria cara a cara com Ronaldo. No fim da partida, Jackson fez falta em Léo Ceará, levou o segundo amarelo e deixou os times em igualdade numérica. Ainda houve tempo para Wesley acertar o travessão ao desviar cobrança de falta. Insatisfeitos com o resultado, torcedores vaiaram e xingaram o técnico Enderson Moreira.

O técnico Enderson Moreira foi vaiado e xingado ao longo do jogo. No apito final, torcedores entoaram o coro “Queremos treinador”.

No início da partida, o zagueiro Lucas Fonseca foi puxado dentro da área em cobrança de escanteio. O árbitro Diego Pombo Lopez não marcou a penalidade em favor do Bahia, o que gerou reclamações do zagueiro tricolor. Na Central do Apito, o ex-árbitro Sandro Meira Ricci disse que a penalidade existiu.

Neto Baiano costuma ser personagem dos Ba-Vi’s que disputa. Porém, neste domingo ele passou longe do protagonismo. O camisa 9 rubro-negro levou perigo com um cabeceio ainda no primeiro tempo e passou mais tempo em disputas de bola com Jackson do que com contribuições ofensivas para o time. Ao deixar o campo, no entanto, o atacante soltou: “Resultado ruim para a gente. Tinha que ter ganhado do ‘Jahia'”.

O Bahia ampliou a série de jogos sem derrotas para o Vitória. Agora, são 12 clássicos sem sofrer um revés, com seis triunfos e seis empates.

Com o resultado, o Bahia é o quinto colocado do Baianão, com 12 pontos. O Vitória tem um ponto a mais e é o terceiro da tabela. O Tricolor volta a entrar em campo na quarta-feira, quando enfrenta o Sergipe, na Arena Fonte Nova, pela 6ª rodada da Copa do Nordeste. No dia seguinte, também pelo regional, o Rubro-Negro visita o Confiança. A partida será realizada no Batistão, em Aracaju.

fonte: GE

Post Author: Redação

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *