Ramon marca contra, e Atlético-PR bate Vitória

O Atlético-PR venceu o Vitória por 2 a 1, na noite deste sábado, no Barradão, mantendo-se firme e forte na luta por uma vaga na Libertadores, via Brasileirão. O clube paranaense agora tem 50 pontos, a três do Atlético-MG, último time do G-6. Já o Vitória segue afundado na zona do rebaixamento, com 36 pontos.

A partida foi truncada e de poucas emoções. No primeiro tempo, a falta de criatividade foi imperativa, tanto que o gol saiu após um lance de bola parada: Ramon marcou contra. Na segunda etapa, maior ímpeto de ataque do dono da casa, que, ainda assim, sofreu para criar jogadas de qualidade e deu ao Furacão contragolpes perigosos. Bruno Guimarães deixou o dele aos 40 do segundo tempo; Neilton diminuiu, de pênalti. Veja os melhores momentos:

PRIMEIRO TEMPO
Para fugir do Z-4, vencer era preciso, e João Burse decidiu escalar Rhayner como titular para tentar deixar o time mais criativo. No entanto, a mudança não surtiu o efeito esperado, e o Vitória mostrou grandes dificuldades para articular jogadas ao longo do primeiro tempo. Também modificado, o Atlético-PR apostou na velocidade de Cirino e Rony para chegar ao ataque. Mas foi com a bola parada que o Furacão abriu o placar. Aos 25 minutos, Raphael Veiga cobrou falta na área, Pablo escorou e, depois de a bola tocar na trave, Ramon marcou contra. Em desvantagem, o Rubro-Negro baiano ficou ainda mais pressionado e passou a conviver com vaias da torcida. A melhor chance do time mandante veio dos pés de Erick, que finalizou um chute cruzado para fora.

SEGUNDO TEMPO
No segundo tempo, o Vitória entrou em campo com postura mais ofensiva, mas esbarrou em sua própria falta de criatividade. A equipe baiana tentou atacar por onde conseguiu, mas teve dificuldade para articular as jogadas e acabou dando ao Furacão a chance de organizar contra-ataques. Um deles terminou com um belo chute de Nikão, que carimbou a trave e por pouco não aumentou a vantagem paranaense no placar. Aos 40, Bruno Guimarães não perdeu a oportunidade: invadiu a área sem dificuldade e mandou para o fundo da rede [assista ao gol no vídeo abaixo]. No finalzinho, pênalti para o Vitória: Neilton converteu e diminuiu para o Leão.

E HAJA VAIA
A torcida do Vitória está na bronca. No intervalo, já se ouviam vaias das arquibancadas. Após o segundo gol do Atlético-PR, os protestos ficaram mais fortes e foram acompanhados de gritos: “Ei, Ricardo, vai tomar no c…”, em referência ao presidente do clube baiano, Ricardo David.

O triunfo desta noite foi o primeiro do Atlético-PR fora de casa. Em 18 jogos longe de Curitiba, o Furacão uma vitória – a desta noite -, sete empates e dez derrotas.

A partida desta noite foi a sexta do Vitória sem triunfos em sua própria casa. A última vez em que a equipe venceu no Barradão foi em 9 de setembro, contra o Vasco, pela 24ª rodada da Série A. De lá para cá, derrotas para Botafogo, Santos, São Paulo e Atlético-PR, além de empates com Corinthians e Bahia.

PÚBLICO E RENDA
Público pagante: 4.075
Público total: 8.440
Renda: R$ 61.140,00

OLHO NA TABELA
Com o triunfo, o Atlético-PR foi a 50 pontos. três abaixo do Atlético-MG, último time do G-6. O Vitória permanece na 18ª posição, com 36 pontos. CLIQUE AQUI e veja a tabela do Brasileirão.

PRÓXIMOS JOGOS
O Vitória volta a campo na próxima quarta-feira, quando enfrenta o Cruzeiro no Mineirão, pela 36ª rodada do Campeonato Brasileiro. O Atlético-PR também joga na quarta e recebe o Corinthians na Arena da Baixada.

fonte: G1

Post Author: Redação

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *