FITA 2018 – ADEUS NÃO, ATÉ BREVE!!!

Na terra inspiradora de João Ubaldo Ribeiro, aconteceu o Festival de Itaparica – FITA, que celebrou a Música e a Poesia, durante os dias 02, 03 e 04 de novembro, na Praça Jardim dos Namorados, Centro. Uma realização da Prefeitura Municipal de Itaparica, através da Secretaria de Turismo e Cultura, representados pela prefeita Marlylda Barbuda, a Secretária Grazi Campos e o Diretor responsável, Felipe Brito, respectivamente. O FITA foi idealizado pelo ator e produtor cultural Yulo Cezzar, curador e diretor artístico do evento.

A grandiosa festa promoveu manifestações culturais variadas, com a realização de debates, lançamentos de livros, palestras, visita guiada à restauração da Igreja do Santíssimo Sacramento, estudantes da rede municipal de ensino recitando poemas, exposição fotográfica e painel de grafite, oferecidos, gratuitamente, ao público presente. As inúmeras expressões artísticas apresentadas na sexta-feira, sábado e domingo, realçaram ainda mais o charme da cidade, onde nasceu o linguista e educador, Ernesto Carneiro Ribeiro, tudo isso, a beira mar da Baía de Todos os Santos.

Uma multidão formada por moradores, veranistas e turistas, integrados em grupos distintos, entre familiares, amigos ou nas tribos urbanas, compuseram o ambiente tranquilo, sem ocorrência policial, de modo que puderam prestigiar o axé poético de Saulo Fernandes, a expressividade do canto local de Nanda Ribeiro, a delicadeza de Maria Clara Cintra, o romantismo de Jorge Vercillo, a sonoridade alternativa do afoxé, do reggae e do samba-reggae, bem como o violão de Luiz Meira, afinado, com a voz de cristal de Gal Costa. No mesmo palco, ainda houve a poesia musicada e encenada por Jackson Costa, os poemas autorais declamados por Antônio Marinho, poeta da cidade, dentre muitas outras atrações calorosas, que estiveram sob a luz do luar.

O FITA ascendeu o comércio local, na geração de renda e emprego, nos diferentes segmentos de serviço e atendimento prestados aos cidadãos, envolvendo hospedagem com 100% de ocupação, alimentação, transporte, lazer e entretenimento, que movimentaram a economia da cidade, em torno de 02 milhões de reais, com um público final estimado, em 30 mil pessoas, na ocasião. A segunda edição do festival contribuiu também na geração de mídia espontânea, resultante de todo fervor da programação em benefício da cidade.

fonte: facebook/prefeituraitaparica

Post Author: Redação

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *