Prefeitura inicia aplicação de geomanta em Castelo Branco

No dia em que se inicia a Semana Nacional de Redução de Desastres, a Prefeitura começa a dar mais tranquilidade aos moradores da Rua I, na 5ª Etapa do bairro de Castelo Branco, com as obras de aplicação da geomanta em uma área de encosta de 1,2 mil m². A ordem de serviço foi assinada no local pelo vice-prefeito Bruno Reis, na manhã desta segunda-feira (15), acompanhado do diretor-geral da Defesa Civil de Salvador (Codesal), Sosthenes Macedo, demais autoridades e população.

Com investimento de R$188 mil, a intervenção vai beneficiar diretamente a 60 famílias. “Não há sensação melhor do que vir a uma comunidade como esta e iniciar ou entregar uma obra que vai mudar a vida dessas pessoas. Aqui em Castelo Branco, daqui a dois meses, essa geomanta vai fazer com que os moradores finalmente vivam em paz, depois de 25 anos de espera”, afirmou o vice-prefeito.

É o caso de Amanda da Anunciação, de 78 anos e há 32 deles moradora da Rua I, que relembrou a situação difícil pela qual passou durante o temporal que caiu em Salvador, em 2015. “A terra desceu e invadiu aqui em casa. Tivemos que tirar muito barro e bananeiras daqui do fundo. Foi uma dificuldade muito grande. Agora, estou mais tranquila, graças a Deus”, afirmou, ao ver os trabalhadores em ação.

A vizinha Josenita Estrela, residente no bairro há mais de duas décadas, também era outra bastante animada e aliviada com a geomanta. “A situação dessa encosta nos deixava assustados toda vez que chovia. Este é um momento de muita emoção pra gente, pois finalmente essa ação está sendo realizada. Agora, só temos a agradecer”, afirmou.

Balanço – De acordo com o diretor-geral da Codesal, as obras devem ser concluídas em até dois meses. Com a Rua I, segundo Macedo, já são 115 áreas de risco protegidas por geomantas em vários pontos da cidade. No total, são 77 mil m² de área que receberam a técnica inovadora no país de proteção de encostas, adotada pela administração municipal desde 2015.

Com duração média de cinco anos – bem superior ao da lona comum, que é de três meses – a geomanta formada por um composto de PVC e geotêxtil, com cobertura de argamassa jateada. A estrutura impermeabiliza o talude e erosões superficiais, absorção de águas da chuva e possível risco de deslizamento do terreno.

Avanços no bairro – Desde 2013, Castelo Branco passou a ter mais qualidade de vida, com as ações promovidas pela Prefeitura no bairro. Dentre elas estão a entrega da Unidade de Saúde da Família (USF) Vale do Cambonas; da reconstrução do Centro Municipal de Educação Infantil (Cmei) Unidos de Castelo Branco; da modernização do sistema de iluminação em LED; da inauguração da Praça da 3ª Etapa e do início das obras de reforma de casas em situação precária – esta última através do programa Morar Melhor.

fonte: Secom Pref. Salvador

Post Author: Redação

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *