SOBRE A FALA DA PREFEITA

Ouvi cuidadosamente a transmissão oferecida pela gestora através como sempre do canal PP, suas explicações referentes às denúncias do vereador Nereu e das postagens dos canais Itaparica transparente e Itaparica Alerta, além das respostas às perguntas dos Munícipes, no que me incluí, formatando duas.
Quem me conheceu desde que aqui cheguei em dezembro de 2002, até os dias atuais e acompanhou nem que tenha sido em parte, minha postura pessoal e profissional, provavelmente deve ter percebido que jamais enalteci ou apontei demandas com intuito de bajular ou denegrir as gestões que se sucederam, portanto, sinto-me confortável para emitir opiniões, pois tenho a consciência de que as mesmas sempre estiveram atreladas ao profundo senso de pertencimento que tenho por Itaparica, assim como por Vera Cruz.
Bem, este preâmbulo é para abrir espaço para a minha surpresa frente a tranquilidade das respostas da Prefeita em relação não só às constantes denúncias, como pela insistente afirmação de que faltam os recursos necessários para que mais obras possa realizar.
Confesso que ao longo da entrevista, sorri várias vezes comigo mesma, pois reconheci mais uma vez nesta ainda tão jovem gestora, uma incomensurável comunicadora, levando a mim e certamente a maioria que como eu a ouvia, a querer pedir até desculpas, por em dado momento ter duvidado não só de sua competência, como de sua honradez administrativa.
Penso então, que será muito difícil derrotá-la em qualquer pleito eleitoral, pois ela é forte e com uma capacidade de convencimento que considero, impressionante, se considerar a sua não vocação para a política partidária, como ela, afirmou em várias ocasiões.
Agradeço por ter respondido as minhas perguntas e mais uma vez, Parabéns, pois não consegui ainda enxergar adversários políticos capazes para duelar com a senhora no quesito convencimento, excetuando-se o seu mentor inicial, o meu amigo Claudio Neves
Vão ser precisos muitas denúncias e muitos leões nesta arena, para destronar esta ilustre gestora, comunicadora e, agora política experiente.

Regina Carvalho, carioca, professora,
publicitária, filósofa social e colunista,
membro da Academia de Letras do Recôncavo.
Natural do Rio de Janeiro. 39 anos da vida dedicados
a escrever em jornais de Minas, Brasília e Bahia.
Locutora e diretora da Rádio Tupinambá, FM – Itaparica
e editora do Jornal Variedades – Itaparica – BA.