Ao menos 10 filhotes de tartaruga são encontrados mortos no litoral norte da BA por causa de manchas de óleo

Pelo menos 10 filhotes de tartaruga foram encontrados mortos no litoral norte da Bahia por causa das manchas de óleo que atingem o Nordeste. As informações foram confirmadas ao G1 pelo Projeto Tamar, nesta quarta-feira (16).

O Tamar detalhou que esses animais foram encontrados em diversas praias, entre elas Arembepe e Praia do Forte, que ficam nas cidades de Camaçari e Mata de São João, respectivamente.

O Tamar disse também que o monitoramento por todo o extremo norte da Bahia foi intensificado porque este é o período reprodutivo das tartarugas.

No início do mês, o projeto tinha suspendido a soltura dos animais nas cidades de Jandaíra e Conde. No entanto, nesta quarta, o Tamar informou que essas solturas estão sendo direcionadas de acordo com as condições das praias.

Outras três tartarugas adultas já tinham sido contaminadas pela mesma substância na praia de Mangue Seco, em Jandaíra, ponto mais ao norte na Bahia onde as manchas de óleo chegaram.

Esses animais foram levados para Aracaju, onde um deles morreu no dia 7 deste mês. As outras duas ficaram em observação, mas não há informações sobre elas desde então.

Manchas intensificam e chegam à Pituba

As manchas de óleo que atingem o litoral da Bahia e dos outros estados do Nordeste chegaram a mais uma praia de Salvador, a Pituba, nesta quarta-feira (16). Com isso, sobe para oito o número de localidades atingidas na capital e 33 no geral.

Oito cidades baianas estão contaminadas pelo óleo. Em algumas praias, como Jardim dos Namorados (Salvador), Vilas do Atlântico (Lauro de Freitas) e Conde, as manchas se intensificaram nesta manhã.

Manchas de óleo na Bahia

As manchas começaram a chegar na Bahia no dia 3 de outubro, cerca de um mês após o início do problema no Nordeste. Mais de 150 praias já foram afetadas pelo óleo em toda a região.

A Bahia foi o último estado nordestino a ser atingido. [Ouça o podcast que explica o que ainda precisa ser feito para limpar as praias sujas de petróleo no Nordeste]

No dia 10 de outubro, pesquisadores da Universidade Federal da Bahia (UFBA) informaram que o óleo que atinge o litoral do Nordeste foi produzido na Venezuela.

Apesar da afirmação dos pesquisadores, o governo de Nicolás Maduro nega que a Venezuela é responsável pelo petróleo que atinge as praias do litoral nordestino.

No dia 14 de outubro, o estado decretou situação de emergência por causa das manchas, para que seis dos oito municípios atingidos recebam recursos.

As prefeituras estimam que mais de 50 toneladas já foram retiradas das praias. Na quinta-feira (15), os ministérios públicos da Bahia e Federal entraram com ação civil pública contra da União e o Instituto Brasileiro do Meio Ambiente (Ibama), por causa do óleo que atinge o Nordeste.

fonte: G1

Post Author: Redação

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *